Possivelmente você faz parte da maioria que desperdiça as maravilhosas propriedades terapêuticas da semente de abóbora.

O uso medicinal da semente de abóbora (ou jerimum, em algumas regiões do Brasil) é comum em vários povos, como os chineses, cuja milenar medicina é uma das mais sábias e eficazes.

As sementes contêm de 44% a 50% de fração oleosa (rica em ácidos graxos mono e poli-insaturados), elevado teor de fibras (23-27%) em relação às demais sementes, albuminas (proteínas – 37% a 40%), cucurbitacina, sais minerais, especialmente zinco, magnésio e potássio, vitaminas do complexo B, sais do ácido fólico (folatos) e outros nutrientes.

A presença da substância cucurbitacina confere à semente de abóbora reconhecida propriedade anti-inflamatória, principalmente nas doenças da próstata e do sistema urinário.

Ela é ainda um ótimo vermífugo para adultos e crianças.

Cozida em água é uma opção para o tratamento de bronquite.

As sementes devem ser consumidas frescas e cruas, com ou sem casca.

O ideal é deixá-las de molho durante a noite e batê-las num suco ou vitamina pela manhã.

A semente de abóbora torrada e salgada, como normalmente comercializada, não apresenta o mesmo valor terapêutico da semente crua.

Rica em ácidos graxos monoinsaturados, pesquisas têm comprovado que o óleo contido nas sementes de abóbora apresenta resultados benéficos no tratamento de problemas da vesícula (congestão e cálculos) e próstata (hiperplasia).

Outros benefícios da semente de abóbora:

- Coração

O óleo contido na semente da abóbora é comparável ao azeite de oliva extravirgem.

Estudos revelam que o seu consumo diário tem efeito redutor das taxas de colesterol e triglicérides.

As vitaminas A, B1, B2, E, niacina, ácido fólico, e os minerais magnésio, zinco, ferro, cobre, potássio, manganês, cálcio e selênio complementam esse pacote nutricional, que promove saúde ao coração.

- Pressão alta

Aposte na semente de abóbora para prevenir e tratar a hipertensão arterial.

É bastante rica em potássio, mineral que cumpre importante função no controle da pressão arterial.

- Prisão de ventre

A concentração de fibras na semente de abóbora é bastante elevada, o que torna o consumo diário desta semente muito indicado na prevenção e tratamento da prisão de ventre.

Mas não esqueça: a semente crua é muito mais benéfica que a torrada e o aumento do consumo de fibras deve ser acompanhado pelo adequado consumo de líquidos: água, sucos e alimentos crus.

- Pele, cabelo e olhos

Rica em vitamina E, de reconhecida ação antioxidante, o consumo diário desta semente pode ser um coadjuvante no combate ao envelhecimento precoce, não só da pele, como das células de todo o organismo..

Ela é também rica em vitamina A, que previne doenças como a degeneração macular.

O óleo extraído da semente de abóbora, usado tanto interna quanto externamente, auxilia no tratamento de queda de cabelo, pois combate o DHT (Di-hidrotestosterona), que é o hormônio que penetra nos receptores dos folículos pilosos, iniciando um processo de enfraquecimento e perda dos cabelos.

Próstata

A semente de abóbora é considerada um dos melhores tratamentos naturais na prevenção de problemas da próstata e trato urinário.

Seus lipídios e alta concentração de zinco melhoram a tonicidade dos músculos da bexiga, descongestionando a próstata.

Ela pode ser ministrada como um coadjuvante na hipertrofia e inflamação da próstata e também para prevenir quadros de inflamação da vesícula urinária.

Receita para problemas de próstata: cozinhe 150 gramas de sementes inteiras de abóbora (frescas e cruas, sem descascar) em 1 litro de água filtrada por 20 minutos em fogo lento.

Deixe esfriar e transfira para uma garrafa ou recipiente de boca larga.

Não é necessário coar, pois as sementes permanecerão no fundo, e poderão ser jogadas fora após o total resfriamento.

Tome um copo desta água três vezes ao longo do dia.

- Elimina vermes

O princípio ativo que lhe confere esta propriedade é a cucurbitacina.

Alguns autores mencionam a semente crua e descascada; outros, a semente torrada.

De qualquer forma, para um tratamento de dose única, a indicação é de 100 a 150 gramas (crianças) e 200 a 250 gramas (adultos) em jejum.

RECEITA DE XAROPE DE SEMENTE DE ABÓBORA (PARA ASMA, TOSSE E BRONQUITE)

INGREDIENTES

60 gramas de semente de abóbora/jerimum

2 colheres  (de sopa cheias) de mel

1 xícara (chá) de água

20 gotas de extrato de própolis

MODO DE PREPARO

Bater todos os ingredientes no liquidificador.

Bata muito bem para deixar as sementes bastante trituradas.

Tome 1 colher (chá) 5 vezes por dia.

Pode ser consumido por crianças a partir dos 2 anos, porém a dose deve ser reduzida à metade na faixa etária que vai dos 2 aos 7 anos.

RECEITA DE FARINHA DE SEMENTE DE ABÓBORA (PARA COLESTEROL, TRIGLICERÍDEOS, DIABETES E PRISÃO DE VENTRE)

INGREDIENTES

Sementes de 1 abóbora

MODO DE PREPARO

Deixe as sementes de molho em água filtrada por algumas horas.

Depois, seque-as com o auxílio de um pano e leve-as ao forno moderado por 10 minutos.

(Você também pode deixá-la secá-las no ao natural, recebendo a luz do sol, por 12 horas.)

Feito isso, torre as sementes em uma frigideira até que fiquem douradas (cuidado para não queimá-las).

Bata as sementes secas no liquidificador e depois peneire para obter um pó fino.

Guarde a farinha em um pote com tampa.

A dose recomendada são, no máximo, 3 colheres (sopa) da farinha diariamente.

Pode ser adicionada em vitaminas, sopas, saladas e em receitas de bolo.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Publicidade

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.