Onicomicose, também chamada de tinha das unhas, é uma infecção de fungos que ataca as unhas tanto das mãos como dos pés.

Ela pode surgir devido a fatores que nada têm a ver com as unhas, como:

- Nível alterado do pH da pele

- Sistema imunológico fraco

- Diabetes

Quando atacadas por fungos, as unhas começam a ficar amareladas e, caso não seja tratadas imediatamente, sofrem rachaduras, causando dor.

Este é um problema muito desagradável,  principalmente quando a pessoa expõe os pés e as mãos contaminados na rua.

Pior ainda quando o fungo já está no nível avançado...

Como resolver o problema?

Com “o matador de fungos".

Esta é uma receita que elimina os fungos de forma implacável.

Pode acreditar!

Tudo porque na sua composição há poderosos antifúngicos.

O resultado não demora a aparecer.

São apenas dois ingredientes.

Anote, faça e comprove:

INGREDIENTES

30 gramas de cravo-da-índia

200 ml de óleo extravirgem de coco

MODO DE PREPARO

Misture os dois ingredientes e cozinhe em banho-maria por 40 minutos.

Deixe esfriar, coe e guarde em um vidro limpo e seco.

Aplique diretamente na unha.

Outra receita muito boa leva três poderosos destruidores de fungos e vírus.

Anote:

INGREDIENTES

Álcool 70%

Água oxigenada 10 volumes

Vinagre branco

MODO DE PREPARO

Misture em partes iguais álcool e água oxigenada 10 volumes.

Depois adicione um pouco de vinagre branco e mexa bem.

Aplique com um pedaço de algodão nas unhas infectadas e deixe agir por 15 minutos.

Depois, lave com bastante água e enxugue bem.

Faça esta aplicação duas vezes por dia até ficar livre do problema.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 
Enviar Por Email: 
0

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.