Para a grande maioria das pessoas, o chuchu não está entre os alimentos preferidos.

Dizem que ele não tem gosto, tampouco é atrativo.

No entanto, provavelmente a opinião seria outra se todos soubessem o quanto esse vegetal é magnífico para nossa saúde.

O que acontece é que o chuchu ajuda a nutrir as células, os órgãos, os músculos e os tecidos com nutrientes essenciais, como minerais, enzimas e vitaminas.

Não é fantástico?

Além disso, o chuchu também é bom para:

1. Perder peso

Como ele tem alto teor de fibra,  aumenta a sensação de saciedade, elimina toxinas, ajuda na digestão e tem poucas calorias, uma dieta de chuchu é ótima para emagrecer.

E tem mais!

As fibras ajudam a diminuir  o colesterol ruim e aumentar o bom colesterol.

Elas também ajudam a reduzir diverticulite, que são bolsas que se formam no revestimento do nosso cólon.

Também aliviam a constipação, a síndrome do intestino irritável e estabilizam o nível de açúcar no sangue.

2. Combater anemia

Rico em ferro e vitamina B3, o chuchu aumenta a produção de células vermelhas no sangue e estimula a circulação do ferro armazenado nas células.

3. Aumentar a energia

O chuchu também contém ácido fólico, que é indispensável para a síntese e maturação das células vermelhas no sangue.

Ou seja, esse vegetal é ótimo para oxigenar o corpo todo e nos encher de energia.

Uma propriedade importantíssima, principalmente para os atletas.

4. Controlar a pressão arterial

O alto teor de água e potássio faz do chuchu um alimento diurético, que equilibra e mantém os níveis de pressão arterial controlados.

Perfeito para quem sofre com pressão alta.

5. Fortalecer o coração

O chuchu contém vitaminas e minerais benéficos para a saúde do coração, incluindo ácido fólico, potássio e magnésio.

O ácido fólico ajuda a evitar o espessamento do revestimento da artéria e reduzir o excesso de homocisteína, um aminoácido que pode causar aterosclerose.

O potássio e o magnésio ajudam a  reduzir a pressão arterial, suprimir a formação de coágulo e evitar a arritmia.

Já o zinco e o ferro, além protegerem contra doenças cardíacas, fortalecem a imunidade.

6. Promover a saúde da tireoide

Uma desordem causada pelo distúrbio na tireoide, resulta no ganho de peso.

O chuchu, por sua vez, tem zinco, que regula conversão de T4 e T3.

Contém cobre, que estimula a glândula tireoide e impede a produção excessiva do hormônio T3.

Se a sua tireoide não está funcionando corretamente, provavelmente você sentirá cansaço, ansiedade, forme, dificuldade de concentração e depressão.

ESCOLHENDO O CHUCHU

Quando for comprar chuchu, considere a dica: quanto maior for seu tamanho, provavelmente  terá um sabor mais desagradável.

Chuchus velhos e maduros também são piores em termos de sabor.

Eles podem ser cozidos, assados ou grelhados.

Para não perder suas propriedades, evite cozinhar com muita água e por muito tempo.

Suas folhas também contêm grandes propriedades diuréticas e anti-inflamatórias.

Se desejar, você pode preparar um chá com as folhas ou a casca de chuchu.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.