Existem ótimos chás para ajudar a emagrecer e combater a retenção de líquido.

E você agora vai aprender um desses.

Este chá leva três ingredientes muito especiais não só para a saúde, como para a perda de peso.

Estamos falando do limão, da canela e do gengibre.

Nesta receita, o limão será usado de forma integral, ou seja, completo, incluindo a casca.

A receita é muita poderosa também por isso.

A casca de limão é rica em fibras, como a pectina.

As fibras da casca do limão são muito importantes porque ajudam a limpar o intestino e intensificam a perda de peso.

Além disso, a casca do limão contém d-limoneno, que tem propriedades anticancerígenas e ajuda a dissolver cálculos renais e a evitar entupimento nas artérias.

Ela também contém potentes substâncias antioxidantes que ajudam a remover toxinas e limpar o figado.

É ótima para combater vermes e parasitas.

E não para por aí: normaliza a pressão arterial, elimina o colesterol ruim e combate e previne tumores.

Enfim, a casca de limão é muito poderosa.

Os dois outros ingredientes do chá não ficam atrás em benefícios.

A canela é um poderoso alimento termogênico.

O que quer dizer isso?

Significa que ela é um forte acelerador  do metabolismo, logo intensifica a perda de peso.

Outro benefício da canela é melhorar a circulação.

Por isso as pessoas que consomem frequentemente canela têm menos predisposição à acumulação de plaquetas no sangue.

Se você é mulher e quer se prevenir contra varizes, deve consumir canela por ela ser um alimento antiplaquetário, antitrombótico e antiesclerótico.

Ela também controla o colesterol, normaliza a glicose (é ótima para prevenir e combater o diabetes!), regulariza a menstruação e melhora a digestão.

Por fim, o maravilhoso gengibre.

Ele é excelente no tratamento de diversos distúrbios de saúde, como náuseas, dores de cabeça, gripes, resfriados, diarreias, dores de estômago e de doenças reumáticas, especialmente osteoartrose e artrite reumatoide.

Além disso, tem ação bactericida, anti-inflamatória e termogênica.

A atividade termogênica do gengibre (ou seja, de acelerar o metabolismo) faz com que ele seja um importante aliado de quem busca um emagrecimento saudável.

O gengibre sacia a fome e queima gordura localizada.  

E, por isso, é perfeito para a desintoxicação do organismo.

O gengibre ainda apresenta propriedades terapêuticas sobre o sistema digestivo, pois estimula a liberação de enzimas que promovem o esvaziamento do estômago.

E pesquisas já comprovaram o potencial dessa raiz para baixar o nível do colesterol.

Todas as maravilhas desses três poderosos ingredientes naturais estão presentes no chá que você vai aprender a fazer agora:

INGREDIENTES

2 pedaços de canela em pau

3 limões frescos cortados com a casca

1 pequeno pedaço de gengibre (4 ou 5 cm)

750 mL de água pura

MODO DE PREPARO

Coloque a água para ferver.

Assim que levantar fervura, adicione os demais ingredientes.

Abaixe o fogo (com a chama bem baixa) e deixe ferver por mais 25 minutos.

Passado esse tempo, desligue o fogo.

Espere esfriar um pouco, coe e consuma a primeira xícara.

As outras duas você tomará no mesmo dia, num intervalo de mais ou menos seis horas entre uma e outra.

Se quiser, adicione algumas folhas frescas de hortelã enquanto o chá ainda estiver quente.

Consuma esta bebida durante 20 dias.

Dê um intervalo de 7 dias e retome por mais 20.

Muita gente diz que gengibre e canela aumentam a pressão arterial.

Por outro lado, muitos hipertensos consomem canela e gengibre e não sentem nada.

De toda forma, por precaução, caso seja hipertenso, não consuma este chá.

Ou pergunte ao seu médico se existe algum problema em consumi-lo.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.